Left Right

Afasto o que não conheço

ago 13, 2012 | Synesio Neto | Blog | 1 Comment

Afasto o que não conheço
Blog

Cheguei em São Paulo da mesma forma que me mudei de Salvador para o Rio de Janeiro no fim de 2003. Resolvi, e fui! A primeira aventura, no Rio, durou 9 anos. Esta, em São Paulo, acabou de começar…

As pessoas me perguntam: E o que você foi fazer aí? Estudar – respondo. Pós, Mestrado, MBA? – perguntam entusiasmadas. E com um sorrisinho de canto de boca, respondo: Não, Inovação em Serviço! – para a frustração dos meus interlocutores.

Curioso como as pessoas têm a necessidade de colocar as coisas dentro de caixas pré determinadas e aceitas como padrão. A desconfiança e a rejeição é o comportamento instintivo para aquilo que não se encaixa na norma – já dizia Caetano num dos versos da música Sampa (coincidência!), e que ilustra o título desse post: “Afasto o que não conheço.” Não pra mim! De certa forma, o desconhecido me atrai, e acho que por isso me aventurei logo cedo no incerto que as fronteiras de Salvador velavam.

Pois bem, a escola onde minha aventura em São Paulo começa se chama Eise. Mas ela é mais que uma escola, e não, não é uma especialização. A Eise não se encaixa em nenhum modelo acadêmico tradicional planejado para uma realidade que não condiz mais com a nossa atual conjuntura. O modelo acadêmico vigente data do século passado, e pouca coisa mudou de lá pra cá. Memorizar um conteúdo repetido por um “mestre” para prestar um exame continua sendo a norma, e ai daquele que não se encaixe nela!

O propósito de inovar na Eise já começa na maneira de construir o conhecimento. Não existem professores, grade curricular, pré requisitos, créditos… É uma Jornada de co-evolução e troca de conhecimento para a construção de serviços inovadores. Você se torna um explorador de assuntos e conhecimentos determinados pela sua vontade de aprender e colaborar na construção de um mundo melhor. Talvez esse seja o grande diferencial. Mais do que um título ou a chancela de algum orgão regulamentador, na Jornada de Inovação e Serviço, a ideia é construir o que pode vir a ser o novo mundo!

As aulas já começaram e é maravilhoso ter a sensação de estar cercado por pessoas fantásticas e ávidas por compartilhar suas ideias. Demais sentir o respeito e admiração, que é mútuo, de cada um desses aí em cima que também aceitaram transgredir em busca de construir o novo. Parem o Mundo que nós vamos subir!

E você que ainda não se convenceu e prefere afastar o que não conhece, deixo a mensagem dessa música do Maurício Baia – Lado oposto. Destaco o verso: “A História é escrita pelas grandes transgressões de quem mudou o mundo com suas inquietações.”

Ficou curioso? Veja mais informações no próprio site da Eise – www.eiselab.com.br

Comentários(1)

Deixe um Comentário